Canal de vídeos para alunos da rede municipal terá live com escritores premiados, vídeo com cineasta e leitura de contos nesta semana

Publicado em 09/06/2020 - 09:47 | Atualizado em 18/06/2020 - 12:17
Sala de Leitura, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação. Foto: reprodução

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, publica na internet, nesta terça-feira, 09/06, sete novos vídeos para os alunos da Rede Municipal de Ensino continuarem lendo e aprendendo mais em casa, mesmo durante a quarentena. Escritores e diretores de cinema premiados, além de docentes das escolas municipais do Rio, estarão nessa nova série de vídeos sobre literatura e audiovisual, tais como os autores Mary del Priore, vencedora do prêmio Jabuti em 1998, e Eduardo Bueno, em uma live; o cineasta Alan Minas; e as professoras Simone Lacerda, Lidi Anne, Neuza Rodrigues e Leda Oliveira, que farão uma leitura de histórias infantis de suas autorias e de outro escritores.

Os vídeos gravados por professores e escritores terão como foco os seguintes temas:

_ História do Brasil e a História que se conta, com Mary de Priore e Eduardo Bueno;

_ A importância da educação audiovisual e os bastidores do filme A língua das coisas, pelo cineasta Alan Minas;

_ As diferentes formas de comunicação, inspirado na obra de Manoel de Barros, o filme “A língua das coisas”;

_ As pinturas impressionistas de Van Gogh em “O quarto de dormir”;

_ Por que devemos cuida da saúde, em “O galo gripado”;

_ O continente africano e suas características, em uma releitura de “A princesa e a ervilha”;

_ Como fazer rimas em “Outros atos do gato”.

Desde o seu lançamento, em março, o canal Sala de Leitura SME Carioca já chegou a mais de 24,5 mil visualizações e 82 vídeos publicados.

A Sala de Leitura Virtual da SME está levando mais leitura para os 641 mil estudantes da Rede Municipal de Ensino que estão em isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A partir do empenho de professores, escritores e outros parceiros, são publicados, semanalmente, vídeos com foco na promoção da leitura e da literatura para todos os segmentos, da Educação Infantil ao Ensino de Jovens e Adultos. Desde o início da ação, a partir da suspensão das aulas tradicionais, além das mais de 24,5 mil visualizações, o canal recebeu 2 mil novos inscritos. Além de professores, já enviaram vídeos para o canal o imortal da Academia Brasileira de Letras, Arnaldo Niskier, o escritor Pedro Bandeira e o bisneto do escritor Monteiro Lobato, Ricardo Monteiro Lobato, entre outros participantes.

O material on-line poderá ser acessado através da Sala de Leitura Virtual da SME.

Programação desta semana em detalhes

Live com os escritores Mary del Priore e Eduardo Bueno – O vídeo apresenta uma conversa com dois premiados autores que sabem tudo de História do Brasil. Mary del Priore é historiadora e escritora. Ganhou prêmios importantes como o Jabuti, e conquistou uma legião de leitores. Eduardo Bueno é escritor, jornalista, editor e tradutor.

Vídeo com Alan Minas – o cineasta brasileiro fala sobre a importância a produção audiovisual para o ensino e a aprendizagem e conta histórias de vida. Alan foi Diretor e Roteirista no curta “A língua das coisas”. Também ganhou o prêmio de melhor filme do júri popular no festival de Brasília de 2015, com “A Família Dionti”.

“A língua das coisas (the language of the things)” – Curta-metragem livremente inspirado na obra de Manoel de Barros, exibido e premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior. A história fala sobre o menino Lucas e seu avô, que vivem em um sítio. O avô só sabe a língua do rio, dos bichos e das plantas. Lucas está cansado da rotina de pescar e das histórias inventadas pelo avô, que diz pescá-las no rio. Um dia, a mãe de Lucas vem buscá-lo para morar na cidade. Na escola, a nova língua não entra na sua cabeça. Ele começa a escrever uma língua inventada, só dele. A mãe recebe a notícia da morte do avô. De volta ao sítio, Lucas corre na ilusão daquela notícia ser uma história inventada. Mas não é. Desolado na margem do rio, dezenas de palavras são trazidas pela correnteza.

“O quarto de dormir” – História escrita pela professora Nathália de Sá Brito Tomás e contada pela professora Simone Lacerda. O conto, foi inspirado no pintor holandês Vicent Van Gogh, que impressionava a todos com suas pinturas coloridas. É um dos maiores expoentes do pós-impressionismo.

“O galo gripado” – História de Denise Batista dos Santos. Contada pela professora Lidi Anne. Você vai conhecer um galo muito desobediente. Por ele não ter obedecido a sua mãe, acabou ficando doente e gripado. A professora também vai ensinar, no final do vídeo, a fazer o seu próprio galo, para brincar e se divertir em casa.

“A princesa e a ervilha” – Conto original de Hans Christian Andersen. Releitura da Professora Neuza Rodrigues, que confeccionou bonecas Abayomi para ilustrar sua narrativa. A boneca de pele negra e estética afro é feita com retalhos de pano e malhas, sem utilizar qualquer cola ou costura. Foi criada em 1987 por Lena Martins, com o objetivo de contribuir para o fortalecimento da autoestima da população afrodescendente. Na língua iorubá, “abayomi” significa “meu presente”.

“Outros atos do gato” – Texto de Leda Oliveira. Uma narrativa sobre o Gato Tato e seus amigos. A história é narrada com ênfase nas rimas, que é um processo de repetição de sons idênticos ou parecidos em uma ou mais sílabas ao final de duas ou mais palavras.

Sala de Leitura

O canal, lançado recentemente, já conta com 82 vídeos, com conteúdos produzidos exclusivamente por professores e escritores renomados, como imortal da Academia Brasileira de Letras, Arnaldo Niskier, o bisneto do imortal Monteiro Lobato, Ricardo Monteiro Lobato e Pedro Bandeira. Agora sob esta nova perspectiva, a partir da quarentena imposta pelo novo coronavírus, este espaço virtual quer garantir a continuidade do trabalho de leitura que em uma situação convencional estaria permeando o aprendizado nas 1.541 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino.

A recomendação é que os professores indiquem o canal para os responsáveis apresentarem aos alunos em casa. Estudantes de outras redes de ensino e anos escolares também estão convidados para conferir a programação.

No aplicativo SME Carioca 2020

Para facilitar, o canal Sala de Leitura SME Carioca foi incluído no aplicativo SME Carioca2020, que já conta com mais de 4,8 milhões de acessos e tem permitido aos estudantes da maior rede municipal de ensino da América Latina darem continuidade aos estudos em casa. O link está disponível na área de Sala de Leitura, que também conta com os seguintes conteúdos: livros para leitura livre – disponibilizados para download gratuito – e desafios e atividades. Acesse aqui o aplicativo.