Campeonato virtual de futebol agita favelas do Rio a partir deste sábado

Publicado em 24/01/2020 - 08:13 | Atualizado
Ilustração promove o Brasileirão de Games na Favela (BGF). Foto: reproduçãoIlustração promove o Brasileirão de Games na Favela (BGF). Foto: reprodução

Campo esburacado? Nem pensar. A bola corre sem quicar no gramado lisinho, verdinho, um verdadeiro tapete. Chuteiras de trava vão ficar no armário. O joystick está escalado. Gol de placa? Somente virtual e tem cada um de arrancar aplausos. Das telas para a realidade, vai começar neste sábado (25/01) a temporada 2020 do Brasileirão de Games na Favela (BGF), promovido pela Prefeitura do Rio, RioFilme e Secretaria Municipal de Cultura.

Essa iniciativa, com vários torneios de futebol em diferentes locais ao longo do ano, não é isolada. Nessa onda de games, crianças e jovens vão praticar, em breve, esportes eletrônicos nas Vilas Olímpicas, graças a um termo de cooperação técnica assinado entre a Subsecretaria municipal de Esportes e Lazer (Subel), a Confederação Brasileira de Desporto Eletrônico (CBDEL) e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A Vila Olímpica Arthur da Távola, em Vila Isabel, Zona Norte, será a primeira a receber o projeto.

 

Garotos diante de telão com partida de futebol no videogame. Foto: divulgação
Garotos diante de telão com partida de futebol no videogame. Foto: divulgação

 

Jogar videogame mexe com a garotada. A expectativa neste sábado é de casa cheia na Vila Olímpica da Vila Kennedy, na Zona Oeste. Imagine disputar um jogo de futebol num telão de cinema e com duas cadeiras confortáveis e projetadas especialmente para salvar a coluna de quem passa o dia sentado?
Além disso, seja com vitória ou derrota, a garotada concede entrevista, com microfone e câmera de vídeo, na frente de um backdrop repleto de patrocinadores para comentar a atuação, onde falhou, acertou, qual foi a estratégia, entre outros aspectos.

Cada torneio do BGF, que utiliza o game Pro Evolution Soccer 2019, no console PlayStation 4, é disputado com jogos eliminatórios, que duram 5 minutos cada um, com o máximo de 20 participantes. Para realizar a inscrição gratuita, no próprio local do evento, eles devem comprovar a matrícula em escola municipal.